Perda Auditiva

A perda auditiva é um problema que pode aparecer a qualquer momento da vida. Frequentemente é um processo gradual e indolor.

Pode demorar anos até que a pessoa perceba que está sendo afetada por esse problema, uma vez que o desenvolvimento é lento e de início pouco notável. A perda auditiva pode inibir a habilidade de experimentar os sons e vozes ao seu redor.

Opostamente, em outro tipo de problema, o zumbido, a pessoa ouve ruídos incômodos que não estão presentes no ambiente. Enquanto muitas pessoas possuem perda auditiva ou zumbido, é também comum que a mesma pessoa possua os dois problemas. Qualquer um deles pode afetar a sua vida e a daqueles que convivem com você.

Os Sintomas

Existem diferentes tipos de perda auditiva que podem acontecer em diferentes graus e por diferentes causas (doenças, reações à medicamentos, exposição à ruido excessivo, hereditariedade,etc). Mas os sintomas da perda auditiva são basicamente os mesmos. Se você desconfia que sua audição tenha sofrido algum dano, responder à essas perguntas é a melhor forma de começar:

  • As pessoas geralmente comentam que o volume da sua TV ou rádio estão muito altos?
  • Você já deixou de atender visitas ou telefonemas porque não ouviu a campainha ou o telefone tocar?
  • Você tem dificuldade em acompanhar conversas em locais com muitas pessoas e com muito barulho?
  • As pessoas parecem murmurar e não falar de forma clara durante conversas?
  • As pessoas comentam que você fala muito alto?
  • Você costuma pedir às pessoas que repitam o que disseram?
  • Seus amigos e familiares insinuam que você possui um problema auditivo?
  • Você sente dificuldade em entender a letra de músicas quando escuta rádio?

Se você respondeu sim para alguma das perguntas acima, há uma chance de você possuir algum grau de perda auditiva. Você deve procurar um fonoaudiólogo para uma avaliação adequada.

Você não está sozinho. Se você possui perda auditiva, é importante saber que você não está sozinho.De fato, você é um entre 500 milhões de pessoas no mundo todo. Na maioria dos países, uma a cada seis pessoas possui algum grau de perda auditiva. Mas fique tranquilo, pois em 90% dos casos, um aparelho auditivo bem adaptado pode melhorar a comunicação das pessoas com perda auditiva. Esteja certo de que existe uma solução.

Os tipos de perda auditiva

Há 3 tipos de perda auditiva:

Perda auditiva condutiva

A perda auditiva condutiva é resultante de doenças, sendo as mais comuns infecções de ouvido(otites), que limitam a transmissão de som através da orelha externa e da orelha média Esse tipo de perda auditiva normalmente pode ser tratada com medicamento ou cirurgia. Em alguns casos o uso de aparelhos auditivos também é indicado e pode ser uma solução eficaz.

Perda Auditiva Sensório-Neural

A maioria dos casos de perda auditiva em adultos é sensório-neural. Esse tipo de perda auditiva afeta a orelha interna e a vias neurais. Nesse caso, o som é transmitido normalmente através orelha externa e orelha média, mas a orelha interna apresenta menor eficiência na transmissão de sons,geralmente devido à redução ou dano às terminações nervosas dentro da cóclea. Isso leva à uma menor percepção da intensidade e qualidade do som. O resultado é uma deficiência em ouvir som e entender fala. Em geral a opção de tratamento é o uso de aparelhos auditivos.

Perda Auditiva Mista

É o acontecimento simultâneo das perdas auditivas condutiva e sensório-neural. As opções de tratamento para esse tipo de perda auditiva incluem intervenções médicas e uso de aparelhos auditivos.

Graus

Diferentes níveis de perda auditiva são classificados em graus, dependendo da severidade da perda auditiva.

Tabela Perda auditiva.
Efeitos da perda auditiva

A perda auditiva afeta um grande número de pessoas no mundo todo. Com o tempo, a perda auditiva pode causar efeitos como ansiedade, depressão, isolamento social e solidão. Dessa forma, uma perda auditiva não tratada, além de um problema físico, pode também se tornar um problema psicológico. Por isso é tão importante buscar uma solução o mais rápido possível.

Teste sua Audição

A Siemens Audiologia desenvolveu um teste auditivo para que você possa ter uma ideia de como andam suas habilidades auditivas. Clique no link abaixo e descubra você mesmo!

Perda Auditiva
Cuidados com audição

Os danos auditivos podem ter início já em níveis constantes de exposição de 85dB. Se você ouvir música em volume muito alto em um show ou no seu MP3, por exemplo, em seguida você pode sentir que não está ouvindo muito bem. Isso ocorre pois as sensíveis células ciliadas do seu organismo auditivo estão temporariamente danificadas. Após um período de silêncio, elas se recuperam. Isto é chamado de mudança temporária de limiar auditivo (TTS).No entanto, se repetidamente você se expuser por períodos longos em ambientes com altos níveis de ruído, as células ciliadas ficarão permanentemente danificadas sem possibilidade de recuperação. Isto é chamado de mudança permanente de limiar auditivo (PTS).

Ouvir música em volume alto em shows, discotecas ou fones de ouvido pode ser perigoso. A intensidade sonora através dos fones de ouvido, por exemplo, podem facilmente atingir 110-120dB. Barulhos altos e repentinos como fogos de artifícios também podem causar perda auditiva induzida por ruído.

Pessoas que trabalham em ambientes barulhentos também correm risco. Trabalhadores de construções, fábricas, pistas de aeroportos e músicos devem usar protetor auditivo.

Outro efeito do ruído pode ser o zumbido. Isso ocorre quando uma ou as duas orelhas percebem sons pelos quais não há fonte sonora correspondente externa. Em outras palavras, os sons ouvidos na realidade não existem. É comumente descrito como “apito” no ouvido e pode ocorrer em diferentes intensidades.

Audição binaural
Perda de audição, familia.

Pessoas com perda auditiva bilateral ouvem melhor com o uso de dois aparelhos auditivos.

Quais são as vantagens para o usuário em utilizar dois aparelhos auditivos?

  • Melhor localização da fonte sonora – capacidade de perceber de onde o som está vindo.
  • Somação Binaural – o som é percebido cerca de 6 a 10 dB mais intenso com o uso de dois aparelhos auditivos do que com apenas um.
  • Eliminação do efeito sombra da cabeça – quando o som é apresentado em um lado da cabeça ele perde intensidade para atingir o outro lado. Se o paciente usa apenas um aparelho o sinal pode ser reduzido em até 12 dB para chegar na orelha protetizada. Porém, quando o uso é bilateral isto não ocorre.
  • Favorece a relação figura-fundo – o sistema auditivo tem a capacidade de minimizar a influência do ruído, quando ouvimos pelas duas orelhas. Isto faz com que o paciente consiga separar os sons dos ruídos ambientais, e assim, melhorar o reconhecimento de fala na presença de ruído.
  • Evita o fenômeno de privação auditiva – nota-se uma redução significativa nos índices de reconhecimento de fala em pacientes com perdas auditivas neurossensoriais bilaterais que utilizam apenas um aparelho auditivo. O uso binaural evita que isto ocorra.

Devido às inúmeras vantagens que a protetização binaural traz aos pacientes, esta é sempre a forma preferencial de adaptação, a menos que exista alguma contra-indicação médica.

Conheça Binax, a nova tecnologia em aparelhos auditivos Siemens, que favorecem a audição binaural.

Com o novo e2e 3.0, a transmissão de dados entre os aparelhos ficou melhor e mais rápida, fazendo com que o som tenha qualidade HD.

Referência: Campos, C.A.H.; Russo, I.C.P.; Almeida, K. Indicação, seleção e adaptação de Próteses Auditivas: Princípios Gerais. In: Almeida, K.;Iorio, M.C.M. Próteses Auditivas: Fundamentos & Aplicações Clínicas. 2º edição. São Paulo: Editora Lovise LTDA, 2003. p. 44-45.

Quero agendar minha avaliação gratuita.
AGORA!
Nós entramos em contato