Pesquisa inédita apresenta nova abordagem para tratamento de zumbido

Um estudo recente, publicado pela multinacional do setor de Audiologia Sivantos Soluções Auditivas, distribuidora dos aparelhos auditivos Siemens e Signia, revelou uma nova maneira de tratar o zumbido, problema que afeta quase 30 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), considerado uma epidemia.

Os resultados da pesquisa foram apresentados a otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos de Sorocaba durante o curso realizado no primeiro final de semana de Fevereiro no BOS (Banco de Olhos de Sorocaba). A nova terapia, batizada como Notch, utiliza-se de aparelhos auditivos de última geração, que são programados para cancelar a freqüência do som idêntica à do zumbido, como explica Gisele Munhoes, gerente de produtos da empresa. Vanessa Gardini, fonoaudióloga da Pró-ouvir Aparelhos Auditivos, destaca a importância da inovação para quem sofre com o problema. “O zumbido compromete a qualidade de vidas das pessoas. Dependendo da gravidade, pode provocar depressão, dificultar o sono e, até mesmo, trazer prejuízos profissionais e o isolamento social”, pontua. A terapia Notch foi concebida a partir de pesquisas anteriores realizadas com pessoas que sofriam com o zumbido.

Divididos em dois grupos, os participantes deveriam escolher músicas de sua preferência. Depois, o som era editado digitalmente e a freqüência correspondente ao zumbido que cada um ouvia era retirada. Na etapa seguinte, um dos grupos deveria ouvir a música editada digitalmente diariamente. O outro recebia a música sem nenhuma alteração, para realizar o mesmo procedimento diário. No entanto, nenhum dos participantes sabia da alteração na música, após o término do período da experiência, os participantes passaram por reavaliações e foi revelado que o grupo que ouviu a música alterada apresentou grande melhora na percepção do zumbido, destaca Gisele.

Com isso, o resultado desses estudos deu origem ao desenvolvimento de uma nova geração de aparelhos auditivos, que aplica a mesma situação na pesquisa do dia a dia de quem o utilizava.

Gostou deste artigo? Agende agora sua avaliação gratuita! Clique aqui ou na imagem abaixo para melhorar sua qualidade de vida.

 

Imagem4

 

 


Comentários (0)


Deixe um comentário