Proouvir - Aparelhos Auditivos

Novas tecnologias para o setor de aparelhos auditivos

Novas tecnologias renovam chance de ouvir a quem não se adaptou a antigos aparelhos auditivos. Neutralização de ruídos, conexão a iPhone e SmartTV proporcionam maior conforto auditivo e confiança a usuários de aparelhos auditivos

Utilizar aparelhos auditivos era um grande desafio até pouco tempo atrás. Os aparelhos eram grandes e a amplificação dos sons também aumentava ruídos indesejáveis, desestimulando muitas pessoas a fazer uso do acessório, porém, a evolução tecnológica que também nos proporcionou novos smartphones, carros e computadores, igualmente fizeram evoluir este importante recurso.

Até pouco mais de duas décadas atrás, estes dispositivos, utilizados para devolver a audição a pessoas com perda auditiva, possuíam tecnologia analógica, como lembra Dra. Vanessa Gardini, fonoaudióloga da Pró-Ouvir Aparelhos Auditivos, de Sorocaba (SP). “O aparelho auditivo mais antigo apresentava pouquíssimos recursos de regulagem, basicamente para sons graves e agudos. Além disso, havia desconforto, pois, eram grandes e barulhentos em situações de ruído excessivo, como no trânsito de grandes cidades. Atualmente, com o avanço da tecnologia, existem modelos de aparelhos auditivos Siemens (Signia) com até 48 canais sonoros, em tamanhos imperceptíveis e funcionalidades que superam a audição natural para trazer total conforto e compreensão de fala em qualquer ambiente”, destaca.

 

 

A especialista também fala sobre a revolução que as inovações propiciaram. “Muitas pessoas que não se adaptavam aos aparelhos mais antigos estão tendo bons resultados com as novas tecnologias em reabilitação auditiva, capazes não sé de corrigir a perda, mas também melhorar o conforto auditivo”, conta.
Os novos aparelhos auditivos proporcionam uma audição sem esforço, “Além de compensar individualmente as dezenas de frequências sonoras, também é capaz de receber sons do iPhone ou da TV diretamente nos aparelhos auditivos via Bluetooth, sem o uso de acessórios de conexão com fios”, detalha Dra. Vanessa.
“Com os aparelhos antigos, de algumas décadas atrás era praticamente impossível atender ao telefone, pois os sons ficavam muito difíceis de entender, havia interferências”, completa a fonoaudióloga.
“Os aparelhos auditivos com conexão ao celular reconhecem quando a pessoa está em movimento, caminhando, correndo ou dentro do carro, pois utilizam sensores do iPhone para melhorar a localização espacial da fala, permitindo melhor compreensão em qualquer situação, propiciando ao usuário a possibilidade de ouvir todos os sons e ter uma vida praticamente normal”, relata.
“Este tipo de aparelho serve para uma gama ampla de problemas auditivos.

Porém, é necessário sempre consultar um especialista, para que seja indicada a tecnologia mais adequada para a necessidade auditiva de cada um”,esclarece a especialista. “Para garantir o sucesso de uma boa adaptação, é fundamental que sejam realizados todos os exames de audição, assim como avaliadas as necessidades e as dificuldades individuais de cada paciente, para que, somente então, seja feita a indicação da melhor opção de aparelho auditivo”, conclui a fonoaudióloga Vanessa Gardini.

Dra. Vanessa Gardini, fonoaudióloga

 

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.proouvir.com.br ou telefone: (15) 3221-6776.

Fonte: Q Notícia, contato (15. 3326-2226)

 


Comentários (0)


Deixe um comentário